Buscar
  • Fernanda Braga

Adeus Ano Velho, Feliz Ano Novo: com redução de danos!

Claudio Zoli na famosa música “à francesa” cantou: “..., mas os momentos felizes não estão escondidos, nem no passado, nem no futuro...” Desconfio que ele queria nos dizer que os acontecimentos ocorrem no aqui, no agora. A felicidade pode ser relembrada ou planejada, mas o que deve ser potencializado é a ação atual. Claro que o passado e futuro exercem importância fundamental em nossa vida, mas é no presente que as coisas se concretizam, uma caminhada de mil passos começa sempre com o primeiro, e esse passo precursor ocorre no presente. Quando um ano vem se encerrando, uma série de sentimentos nos acomete: gratidão, arrependimentos, medo, coragem, desanimo, expectativas, disposição, entre tantos outros, todos sentimentos são importantes e te convidamos a olhar para cada um deles sem julgamento, tudo o que foi vivido te trouxe até aqui e se o seu balanço de ano é favorável, que bom! Aproveite isso a seu favor e repita o que funcionou, se o balanço do ano não está alinhado com o que planejou, verifique os pontos de melhoria, o que dá para fazer de diferente para que os resultados esperados venham?

Outro destaque que gostaria de ressaltar, e esse é um alerta para o ano que se inicia, é o conceito de Redução de Danos. Como citei anteriormente, quando um ano novo começa tendemos a estabelecer uma série de metas, muitas vezes rígidas, que ao longo dos dias e da rotina se perdem, cito alguns exemplos: “não vou mais comer doce”; “não farei dívidas em 2021”; “nunca mais volto com o (a) ex”; “serei o melhor aluno da minha turma”; “esse ano vou fluir no inglês” ... será que são promessas e conteúdos possíveis? Exatamente por isso devemos refletir e alinhar a expectativa e a realidade, com isso quero dizer que, se tem algo que precisa melhorar não significa que precisa ser perfeito, ou seja, dizer que não farei mais dívidas pode ser algo grande demais, mas isso me mostra que posso planejar os custos e melhorar a saúde financeira, talvez no próximo ano eu não consiga ainda ser fluente no inglês, mas se eu conseguir dominar dez frases ao invés de cinco, significa que já tive progressos, e isso é bonito. Se eu colocar a meta de comer doces as quintas e aos domingos pode ser que eu já terei bastante resultado e não me sentirei culpada como me sentia quando comia doce todos os dias, afinal dois dias é muito melhor do que sete nesse contexto.

Redução de danos também significa perdoar as falhas cometidas no ano que se encerra. Procrastinou muito? Eu também procrastinei, 2020 foi um ano atípico. Engordou? Eu também engordei, 2020 foi um ano ansioso. Perdeu o trabalho ou pessoas amadas? Eu também perdi, 2020 foi um ano pesado. Teve medos? Eu tive muitos, mas tudo isso nos ensina sobre o sentido de se refazer com o que temos de mais íntimo: nossa coragem de continuar e sermos melhores, não melhores que ninguém, mas melhores do que fomos ontem, um pouquinho de cada vez. Sem pressa, mas sem parar! Vamos juntos em 2021? Serão 365 dias de novas oportunidades!

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo